Cabo submarino do Google chega à África e promete internet rápida 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Google anunciou a chegada de um cabo submarino da sua propriedade ao (Togo), país localizado no oeste da África, conhecido centro de comércio regional pelo porto da sua capital, Lomé.

Segundo a empresa, a conexão do chamado cabo Equiano àquele país vai incrementar a velocidade da internet para milhões de africanos, e faz parte de um projeto de longa data que promete acesso mais barato aos utilizadores de todo o continente. 

Partindo de Portugal, o equiano é um tipo de cabo constituído por diversos segmentos de outros cabos menores com vários pares de fibras óticas.

 

Quais países serão beneficiados pelo cabo equino? 

Após desembarcar no Togo, o cabo poderá reduzir em até 14% os preços da internet até 2025, segundo avaliação da Africa Practice and Genesis Analytics, encomendada pelo Google. 

O planeamento inclui no “pacote” outros países da África Subsaariana, uma das regiões menos conectadas do planeta. 

Assim, a nova linha chegará em breve à Nigéria, Namíbia e África do Sul, com potenciais ramais a oferecer conexões extras para outros países da região que, na sua maioria, encontram-se na parte inferior de um ranking global em penetração da internet, elaborado pelo Bando Mundial. 

Segundo o Google, a instalação do novo cabo, cujo início das operações está previsto para o final deste ano, poderá representar a criação de 37 mil empregos indiretos no Togo até 2025, com um impacto positivo no PIB daquele país, de US$ 193 milhões serca de 86.810.242.000,00 Kwanzas.

SUBSCREVA HOJE

Tenha acesso às notícias dos famosos
pt_PTPortuguês
en_USEnglish pt_PTPortuguês