Cidadão Homossexual da Carolina do Sul processa estado por sodomia injusta e condenação de agressor sexual

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Um homem gay denominado por, John Doe, foi condenado por sodomia depois de praticar sexo gay consensual em 2001.⁠

John está a processar o estado da Carolina do Sul depois de ser forçado a se registar como criminoso sexual devido à sua condenação por sodomia no passado. ⁠Na época, o estado impôs uma lei de “sodomia” que proibia indivíduos de terem relações entre pessoas do mesmo sexo.⁠

No entanto, devido à lei, John foi considerado culpado e forçado a se registar como agressor sexual.⁠ Segundo reportagem do Post and Courier, o seu companheiro também foi condenado pelo mesmo “crime” .⁠⁠

Em 2006, John recebeu o perdão pelo veredicto depois que a Suprema Corte dos EUA considerou a lei anti-LGBTQ + inconstitucional em 2003.⁠

Entretanto, embora tenha sido eventualmente isento do seu crime, John ainda é obrigado a se registar como agressor sexual até hoje.⁠ Agora, ele desafia o estado e a sua legislação anterior com um novo processo.

SUBSCREVA HOJE

Tenha acesso às notícias dos famosos
pt_PTPortuguês
en_USEnglish pt_PTPortuguês