Dolce & Gabbana e seu impressionante desfile monárquico para Alta Sartoria Florença

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Pense em todas as coisas Italianas que você puder. Tenho certeza de que pizzas margherita ocorrerá na sua mente, assim como mulheres idosas de luto, esparguete vongole, uma paixão por muito drama e sol abundante. Agora coloque todas essas coisas em uma urna renascentista de valor inestimável, dê uma mistura,salpique um pouco de" sprezzatura" e algumas manchas de gesso de uma pintura de Leonardo da Vinci e você ainda não terá nada tão italiano quanto o "Dolce & Gabbana Alta Sartoria", show que aconteceu ontem à noite em Florença. 

View this post on Instagram

Palazzo Vecchio, the heart of the city, founded in 1299, features one of the most wonderful rooms in Florence: the Salone dei Cinquecento, that hosted the Alta Sartoria fashion show. ⠀ The look featuring the brocaded embroidered t-shirt is paired with a clutch bag and velvet slippers with bows, all of which include medallions by workshop @mosaicitraversari. ⠀ The smoking jacket in embroidered velvet with moiré detailing is paired with trousers in silk moiré.⠀ The look composed of a printed silk satin shirt and bow is matched with embroidered jacquard trousers. ⠀ The look including the braided wicker cuirass and wicker baskets by workshop Giotto Scaramelli – Cesteria Beccacivetta is paired with a belt and saddlebags by @dimitrivilloresi. ⠀ The silver cuirass by @pampalonisilver is matched with wicker baskets by workshop Giotto Scaramelli – Cesteria Beccacivetta.⠀ ⠀ As an emblem of the Renaissance, decorated by architect Giorgio Vasari and commissioned by Cosimo I de’ Medici, this magnificent hall featured a floor decoration of the symbol of the city: the Florentine lily. Watch the full show on IGTV. ⠀ #DGLovesTuscany #Pittimmagine #DGAltaSartoria #DGFattoAMano #MadeInItaly⠀ ⠀ @pittimmagine ⠀ @cittadifirenzeufficiale

A post shared by Dolce&Gabbana (@dolcegabbana) on


Situado no Palazzo Vecchio, numa enorme fortaleza do século XII que fica no coração da capital Toscana, o show em si foi montado contra os arredores magníficos do "Salone dei Cinquecento" projectado por Giorgio Vasari. Monica Belluci - a bella donna para acabar com todas as bella donnas - lançou os procedimentos (receber as chaves da cidade do prefeito enquanto ela partia, naturalmente), a trilha sonora era exagerada da ópera Italiana no seu melhor e as roupas, eram adequadas para as costas do próprio Lorenzo de 'Medici (o famoso patrono renascentista de Florença). Alta Sartoria se traduz directamente como “alta alfaiataria” e no caso da Dolce & Gabbana não é de forma alguma um termo impróprio.


 Este é o ramo mais caro e totalmente feito à mão da famosa marca Italiana - tão próximo da alta costura quanto a moda masculina - e este é o show que Domenico e os clientes mais ricos de Stefano clamam para assistir temporada após temporada, ansiosos para cair 250 mil ou mais em um “smoking” de seda incrustado ou um smoking fortemente bordado. A coleção de ontem à noite não terá decepcionado. Cheio a estourar com blazers de veludo de brocado, blusas de seda da cor do chianti e chinelos cheios de jóias adequados para o próprio Gattopardo, o último show de Alta Sartoria de Domenico e Stefano foi uma celebração de todas as coisas Italianas, certamente, mas também foi um elogio ao mundo de alta costura e moda - um mundo que muitos dos que estão na primeira fila teriam perdido durante os últimos meses da pandemia. Na verdade, cada convidado que compareceu ao show recebeu um robe Dolce & Gabbana exclusivo para vestir, um gesto da verdadeira hospitalidade italiana.

 

Não foi apenas o grande drama na passarela e os dons atenciosos da imprensa que fizeram esse programa parecer tão especial quanto realmente foi. Um dos elementos mais notáveis ​​veio em virtude do facto de que os designers convidaram artesãos florentinos locais, muitos dos quais lutavam financeiramente durante a crise da Covid-19, para ajudar a criar as roupas que espreitavam os salões de sussurros de Vecchio. A série de looks “Florentine Lily” que abriu o desfile, por exemplo, trazia camisetas de organza de seda forradas à mão com plumas pela oficina Mazzanti Piume, enquanto um dos robes de brocado mais elaborados era feito à mão por Antico Setificio Fiorentino, uma casa de tecelagem fundada em 1786. 



Foi o metalúrgico Florentino Paolo Penko quem confeccionou a coroa e o cetro de ouro usados ​​pelo quarto modelo para andar na enorme passarela elevada como parte da coleção de joias de alta "Gioielleria" da Dolce & Gabbana, que sem dúvida será popular entre os clientes com pretensões mais monárquicas. Sempre olhamos para o Renascimento florentino e seus protagonistas com grande admiração”, disseram Domenico e Stefano no final da mostra. “As artes, a cultura e o conhecimento alcançaram tal altura naquele período que continuam a ser tidos como modelo de perfeição até hoje. Se olharmos para as obras de Leonardo, Michelangelo, Botticelli ou Piero della Francesca, para citar apenas alguns, não podemos deixar de nos encantar por elas, embora tenham se passado mais de cinco séculos desde sua execução A beleza eterna contida nessas obras-primas é tão única que não há palavras para descrevê-la. ”  
Fonte: GQ Magazine 


 

 

SUBSCREVA HOJE

Tenha acesso às notícias dos famosos
pt_PTPortuguês
en_USEnglish pt_PTPortuguês