Dreadlocks: tendência ou estilo de vida?

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Para melhor entendermos sobre os dreadlocks vamos voltar um pouco ao passado. Os dreadlocks foram descobertos em múmias no Perú, mas ou menos entre 200 e 800 D.C (Depois de Cristo) e em sacerdotes astecas dos séculos 14 e 15 que tradicionalmente usavam seus cabelos em formatos embaraçados, diferente do que muitos pensam, o estilo de cabelo não foi criado pelo eterno rei do reggae, e tampouco, pela doutrina Rastafari.

Para alguns até pode ser uma moda ou tendência. Mas para outros é sinonimo de militância, respeito, e religião. Os dreadlocks, como aqui são chamadas, ficaram famosos pela praticidade sem perder o estilo, pela empatia com os seus valores e significados e mais que isso, pelas inspiração filosóficas de verdadeiros líderes- um deles Bob Marley.

Já nos dias de hoje, alguns dreadlocks representam escolhas religiosas ou culturais impositora da herança dos antepassados africanos. Ainda nos dias de hoje o uso de dreadlocks virou também moda entre varias figuras e muitos jovens que aderiram o estilo como apenas um passa tempo na cabeça sem querer manter permanentemente. Vale desmistificar alguns mitos que ainda passam pela cabeça de algumas pessoas do tipo: “mais não fica com um mal cheiro?”, você nunca lava o cabelo?” ou até afirmações isso é coisa de loucos! Desta feito é importante dizer que a higiene é algo que varia de pessoa para pessoa, logo tanto homens como mulheres que usam dreadlocks podem manter o coro cabeludo saudável.

Por: Rebecca Nahenda

 

 

 

 

 

 

SUBSCREVA HOJE

Tenha acesso às notícias dos famosos
pt_PTPortuguês
en_USEnglish pt_PTPortuguês