Lionel Messi pede para sair do Barcelona

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Lionel Messi, indiscutivelmente o maior jogador de futebol da história, pediu formalmente para deixar o Barcelona neste verão, e joga o clube espanhol para o  caos extremo. Reportagens na Argentina e na Espanha na noite de terça-feira afirmam que Messi enviou um fax ao Barcelona e solicitou  ao clube permissão para sua partida, e fez por recordar uma cláusula acordada em seu último contrato pela qual ele pode deixar o Camp Nou de graça. O clube mais tarde confirmou os relatos, mas essa cláusula de saída expirou em 10 de junho, e o contrato de Messi agora tem uma cláusula de rescisão de € 700 milhões. A directoria do Barcelona se reunirá nos próximos dias para decidir o que fazer ,  e decisiva na história do clube.

Messi passou toda sua carreira profissional no Barcelona, ​​marcando mais de 600 gols, ganhando 10 títulos da liga, quatro Champions League e seis prêmios Ballon d’Or. Seu anúncio foi feito 11 dias após a derrota humilhante do Barcelona por 8-2 para o Bayern de Munique nas quartas de final da Liga dos Campeões. A derrota encerrou uma temporada marcada por incertezas e descontentamento, gerando uma crise interna quando Quique Setien foi demitido e substituído por Ronald Koeman como técnico. A carta de Messi também veio após relatos de que o Barcelona planejava rescindir o contrato de seu amigo próximo e atacante Luis Suarez.

Sua tentativa de deixar o Barcelona pode incitar uma batalha judicial entre as duas partes, com o Barcelona a dizer que buscaria aconselhamento sobre a ativação da cláusula de rescisão no contrato de Messi. Se Messi tiver permissão para sair, apenas um punhado de super clubes seria realisticamente capaz de arcar com seus altos salários, com o Manchester City – ex-técnico do Barcelona, ​​Pep Guardiola – e o Paris Saint-Germain apontados como destinos possíveis.

Messi tem expressado constantemente sua insatisfação nesta temporada com o desempenho do clube, tanto dentro quanto fora do campo, e permaneceu publicamente calado desde a derrota para o Bayern. O presidente do clube, Josep Bartomeu, disse recentemente que estava confiante de que Messi terminaria sua carreira no Barcelona, ​​no entanto, quando Messi se encontrou com o novo técnico Koeman na semana passada, o argentino teria dito que se via mais fora do que dentro. Diante da notícia, o ex-capitão e companheiro de equipe Carles Puyol tuitou: “Respeito e admiração, Leo. Todo o meu apoio, amigo. ”

Fonte: Independent

 

 

SUBSCREVA HOJE

Tenha acesso às notícias dos famosos
pt_PTPortuguês
en_USEnglish pt_PTPortuguês