Miley Cyrus lamenta a morte de fã brasileiro vítima de homofobia: “Ódio e Injustiça”

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A cantora compartilhou a sua solidariedade com o caso de Gabriel e lamentou a morte do fã brasileiro nas suas redes sociais.

Neste final de semana, a estrela norte-americana Miley Cyrus, de 28 anos, reagiu ao assassinato de seu fã, Gabriel Carvalho Garcia de 22 anos, que foi  executado em uma barbearia em Embu das Artes (São Paulo) por um homem encapuzado. A família e o namorado da vítima acreditam que foi um crime de homofobia.

“Estou devastada por saber que um fã perdeu a vida de uma maneira tão brutal por causa do ódio, julgamento e da injustiça. Chamar esse incidente perturbador de ‘homofobia’ seria dizer que o assassino tinha ‘medo’ de pessoas queer. Essa é a m*rda de uma mentira. O coração desse ser humano está cheio de ódio e raiva”, escreveu Miley em seu perfil no Twitter.

Miley afirmou que episódios como esse demonstram a importância de continuar a lutar contra os ataques à população LGBTQIA+.

Miley continuou o desabafo, afirmando que não saberia lidar caso um de seus melhores amigos fosse vítima de um ato criminoso e lamentou, mais uma vez, a fatalidade com Gabriel. Está no topo das minhas prioridades e é o propósito da minha existência neste planeta. Eu não conseguiria imaginar se isso acontecesse com um dos meus melhores amigos! E pensar que isso aconteceu com alguém que me amou e eu amo igualmente, isso parte o meu coração!”, disse ela, finalizando com a hashtag #NãoVamosDeixarElesVencerem.“

Através do seu perfil no Instagram, o namorado de Gabriel, Bruno Henrique, postou uma homenagem a ele. “Mataram [Gabriel] por ser quem ele era, por ser feliz, por amar. Uma pessoa de coração puro, que não tinha maldade com ninguém, que sempre estendia a mão para ajudar o próximo. Hoje fui obrigado a me despedir do amor da minha vida, com muita dor no peito e tristeza“, desabafou.

Segundo o boletim de ocorrência, registrado na Delegacia de Embu das Artes, o dono da barbearia contou aos policiais que o jovem chegou no local para cortar o cabelo. Pouco tempo depois,o suspeito entrou no estabelecimento, disparou contra a vítima e fugiu. O caso foi registrado como homicídio na Delegacia de Embu das Artes. 

 

Por: Juelma Nunes

Fonte: https://bit.ly/3Abwr51

 

SUBSCREVA HOJE

Tenha acesso às notícias dos famosos
pt_PTPortuguês
en_USEnglish pt_PTPortuguês