Nissan pretende adaptar 50% dos seus carros  com o sistema electrónico até 2030

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Após a Tesla ser a maior referência em automóveis electrónicos, Nissan adere à evolução.

O fabricante japonês de automóveis, Nissan Motor, anunciou hoje um plano para tornar mais da metade dos carros que vende em todo o mundo eléctricos até ao ano fiscal de 2030.

A estratégia, que envolve um investimento de cerca de 17,61 mil milhões de euros nos próximos cinco anos, visa lançar 23 novos modelos eléctricos, isto inclui 15 modelos totalmente eléctricos e oito híbridos das suas marcas Nissan e Infiniti nesse período.

Até essa altura, a empresa espera também que mais de 55% e 40% dos veículos que vende no Japão e na China, respectivamente, sejam eléctricos. Para 2030, a empresa sediada em Yokohama também espera que as suas vendas referentes a esses carros, nos EUA, representem mais de 40% das suas vendas totais.

Entretanto, da mesma forma, para reforçar a reciclagem de baterias, a empresa disse que abrirá novas fábricas de “renovação” na Europa em 2022-2023 e nos EUA em 2025.

SUBSCREVA HOJE

Tenha acesso às notícias dos famosos
pt_PTPortuguês
en_USEnglish pt_PTPortuguês