O paradoxo do universo culinário: homens dominam a arte de cozinhar no sector

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Cozinhar nos dias de hoje não é mais um divertimento ou hobby. Na era em que vivemos, ser um “chef” acaba  por ser a profissão do momento, principalmente para alguns homens extremamente atenciosos na cozinha e que levam tremendamente a sério uma receita por mais simples que seja. Prova disso são as audiências de programas como Master Chef, Super Chefe, Tempero de Família  e outros programas similares.

Em restaurantes ou em ambientes domésticos, é cada vez mais comum ver homens atraídos pelo universo da gastronomia. Seja para preparar refeições para a família, para fazer aquela comida básica de receber os amigos em casa ou mesmo para aprender a fazer pratos das mais finas cozinhas. Isso e mais tem feito com que os homens conquistem os seus espaços na culinária para criar e agradar paladares variados.

A arte de cozinhar é algo que muitos homens começaram a dominar cedo, através de observarem os seus pais ou avós enquanto cozinhavam e outros buscaram especializar-se através de cursos para uma satisfação pessoal ou a fim de se tornarem profissionais e montarem os seus próprios negócios. Sem sombra de dúvidas, podemos dizer que a arte de combinar ingredientes e temperos tem atraído mais e mais homens na cozinha.

Entretanto, há algo curioso  no  facto de o mercado ser  maioritariamente dominado por homens, pois  há uma concepção social de que a mulher é quem faz tarefas de casa, logo cozinhar é entendida como uma tarefa feminina. Podemos, assim, concluir que existe um paradoxo no universo culinário.

Por: Rebecca Nahenda

 

 

 

SUBSCREVA HOJE

Tenha acesso às notícias dos famosos
pt_PTPortuguês
en_USEnglish pt_PTPortuguês