O Segredo Para a Felicidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Quando a vida te dá limões, faz limonada. Mais fácil dizer do que fazer, ou mais fácil fazer do que dizer? A forma como lidamos com os obstáculoas da vida – e se os sentimos como tal ou não – no final, acaba por ser uma escolha pessoal. Somos nós que decidimos se o copo está meio cheio ou meio vazio. Se a rejeição é ou não uma forma de protecção que nos impede de seguir o caminho errado. E se – de acordo como a famosa citação de Einstein – no meio da dificuldade se encontra oportunidade. Em anos recentes temos assistido a um pico no numero de pessoas que usa a descrição profissional de “life coach” (orientador de vida). Isto não teria sido possível se não tivesse havido aumento da procura. Todos tentamos vencer na vida. E vencer requer orientação. Vencer requer estratégia. Seguinda a lei da atração, isto quer dizer que focalizar em tudo o que é positivo irá multiplicar essa mesma energia, enquanto que prestar atenção ao que é negativo terá o efeito oposto.

No ano de 2017 o antigo Executivo de Negócios da Google X, Mo Gawdat, escreveu o seu livro “Solve for Happy: Engineer Your Path to Joy” (Resolva pela Felicidade: Desenhe o seu Caminho para Alegria). A morte inesperada do seu filho com 21 anos de idade, devido a um engano médico evitável durante uma intervenção cirúrgica simples, levou Gawdat a escrever este livro. O livro descreve a relação entre a ocorrência e a expectativa: se uma ocorrência na sua vida satisfaz a expectativa, você fica feliz. No entanto, quando não satisfaz – é a sua mente que lhe diz que você está infeliz.

A nossa definição padrão ao nascer é a de felicidade, enquanto que o truque mental de infelicidade, é uma escolha. A lição que se aprende com isto, segundo Gawdat, é que as ocorrencias da vida não têm poder para nos fazer sentir infelizes, a não ser que as tornemos em pensamento e começarmos a torturarmo-nos. Para o ex-Executivo de Negócios isto traduz-se em pensarmos: “O meu filho viveu 21 anos lindo”, em vez de “E se o tivesse levado para outro hospital?”.

Perder um emprego, significa que o universo tem algo melhor para lhe dar. Desgosto significa que teve o privilégio de receber e dar amor. O optimismo parece ser a melhor arma para a vitória. Tal vitória seria vermos o bem em qualquer situação. Reconhecermos a nossa felicidade em todos os instantes, em vez de a perseguirmos.

Declan Eytan

SUBSCREVA HOJE

Tenha acesso às notícias dos famosos
pt_PTPortuguês
en_USEnglish pt_PTPortuguês