Sean Connery, 90 anos arte.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Fãs de “007”, que acompanharam  a franquia com Daniel Craig e sabem honrar os clássicos, devem esta a se perguntar: por onde anda Sean Connery? O primeiro —e para a maioria dos fãs  o melhor— James Bond do cinema completou 90 anos ontem,e  leva uma vida reclusa longe dos flashs de Hollywood. O escocês, também conhecido como pai de Indiana Jones, aposentou-se.

A última vez que Connery esteve em um set de filmagem foi no início dos anos 2000, quando protagonizou seu último longa, a superprodução “A Liga Extraordinária” (2003). Três anos mais tarde, aos 75 anos, ele anunciou publicamente em um evento beneficente que, de fato, estava aposentado “para sempre”,  e encerrou especulações.

Apesar de nunca ter detalhado o motivo, duas questões influenciaram a decisão. Ele teve problemas de saúde, em 2006, retirou um tumor no rim. O outro ponto é artístico. Sean, que sempre teve um relacionamento conturbado com estúdios, não se deu bem com o fiasco de “A Liga Extraordinária”, que sofreu com críticas e bilheteria considerada fraca. A relação com o diretor Stephen Norrington também não foi das melhores…

Hoje, Connery passa boa parte do tempo livre a  jogar golfe , uma grande e antiga paixão e comparece sempre a partidas de tênis, outro de seus esportes favoritos. Pergunta importante que todo fã gosta de fazer: existe alguma chance de Sean Connery voltar a atuar em um filme? Bem, parece improvável, para não dizer impossível. Apesar de o astro ter o hábito de evitar a imprensa, amigos e pessoas próximas já afirmaram que ele não cogita voltar. O único plano é o de aproveitar a fase final da vida da melhor forma possível. Falei com ele outro dia. Não nos vemos porque ele não viaja muito agora. Mas ele não vai fazer mais filmes. Perguntei e ele disse: ‘Não, nunca mais vou fazer isso, disse o amigo Michael Caine, em entrevista ao jornal “The Telegraph”

Desde 2003, sir Sean Connery deu voz a James Bond no game “James Bond 007: From Russia with Love” (2005) e, sete anos depois, apareceu no documentário “Ever to Excel”. No mesmo ano de 2012, produziu e dublou a animação “Sir Billi”, estrelada por um aposentado que vive em uma vila escocesa e encontra uma cabra que imagina ser um cachorro. Desde então não voltou-se a ver Sean em cena, entretanto o mais importante é que tivemos a possibilidade de assistir seus filmes por muitos anos e no dia de ontem foi possível comemorar seus 90 anos de vida, 90 anos de arte.

SUBSCREVA HOJE

Tenha acesso às notícias dos famosos
pt_PTPortuguês
en_USEnglish pt_PTPortuguês