Sugestão de Cinema e Séries: “O Chamado da Floresta” 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 

O Chamado da Floresta é um filme que mostra a persistência como o principal motor da felicidade. A mensagem é tão descaradamente prevalente sobre qualquer outro elemento que o cineasta Chris Sanders passa muito batido pela configuração social dos Estados Unidos na chamada Corrida do Ouro, período em que a escravatura, por exemplo, ainda vigorava no território estadunidense. 

Assim, quando a história começa no Sul, com Buck, cachorrão dado a fazer estipularia e criar problemas, é possível perceber, de leve, nas bordas da ação principal, homens e mulheres negros apartados da festança dos brancos. Adiante, o animal, por conta de um golpe do destino, vai parar no Alaska, é “empregado” pelo personagem interpretado por Omar Sy. O fato do novo dono ser um negro canadiano livre não gera maiores comentários sobre esse contexto. 

SINOPSE 

Após anos vivendo como um cachorro de estimação na casa de uma família na Califórnia, Buck precisa entrar em contacto com os seus instintos mais selvagens para conseguir sobreviver num ambiente hostil como o Alaska. Com o tempo, o seu lado feroz se desenvolve e ele torna-se o grande líder da sua matilha. Baseado no livro homónimo de Jack London, lançado em 1903.

 

Ficha Técnica 

Título: “O Chamado da Floresta” 

Duração: 1h 40min

Género: Aventura, Drama, Família

Direcção: Chris Sanders

Roteiro Michael Green, Jack London

Elenco: Harrison Ford, Omar Sy, Dan Stevens  

@callofthewild

SUBSCREVA HOJE

Tenha acesso às notícias dos famosos
pt_PTPortuguês
en_USEnglish pt_PTPortuguês