Timeless: MC Kevin 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O funkeiro MC Kevin morreu aos 23 anos após cair do 5º andar de um hotel na orla da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, na noite do dia 16 de maio. Ele chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, mas não resistiu aos ferimentos

O cantor era conhecido por músicas como Cavalo de Troia, Doutora e Terapia

Kevin estava em um prédio na Avenida Lúcio Costa, na Barra da Tijuca, quando caiu da varanda de um dos apartamentos. Segundo a assessoria do Corpo de Bombeiros, a corporação foi acionada por volta das 18h15. 

Nas redes sociais, uma jovem chegou a compartilhar vídeos de Kevin na varanda de um prédio. Ela também publicou vídeos de uma pessoa sendo socorrida pelos bombeiros. A morte de Kevin foi confirmada por volta das 21h45, na qual originou comoção entre famosos

Antes do acidente, o cantor se encontrava hospedado em um hotel na Barra da Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro, para uma apresentação na boate Mansão Imperador, localizada nas proximidades de Oswaldo Cruz e Vila Valqueire, entre as zonas Norte e Oeste da cidade. No evento local conhecido como Baile do Imperador, realizado clandestinamente, o funkeiro realizou o seu último show acompanhado da sua noiva, na madrugada de 15 para 16 de maio de 2021.

Kevin teve uma filha, Soraya, nascida em 2015, fruto de relacionamento com Evelin Gusmão. Ele estava noivo da advogada criminalista Deolane Bezerra desde o dia 29 de abril de 2021. Os dois noivaram em Tulum, no México e estavam residindo em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. 

Além das suas músicas solo, MC Kevin tem uma lista de sucessos colaborativos com artistas do funk paulista como MC Davi, MC Hariel, Kevinho, MC Pedrinho, MC Don Juan, Salvador da Rima, MC Ryan SP, entre outros.

Em abril de 2021, um mês antes de morrer, lançou a canção “Minha Última Música”, onde diz estar “cansado de cantar” e queria “dar um tempo”.

O histórico judicial do cantor foi bastante conturbado. Uma das primeiras vozes de prisão que o cantor recebeu foi no ano de 2016, quando foi abordado, tendo sido encontrado um celular que constava como um aparelho furtado. 

O cantor foi encontrado a utilizar drogas dentro de um hotel em Belo Horizonte. Uma das últimas acusações ocorreu em maio de 2020, quando o cantor foi acusado de frequentar os espaços do seu apartamento com a COVID-19, propagando a doença contagiosa nos apartamentos. Após a morte do cantor todas as acusações foram arquivadas.

 

SUBSCREVA HOJE

Tenha acesso às notícias dos famosos
pt_PTPortuguês
en_USEnglish pt_PTPortuguês